Justiça concede liberdade a acusado de matar filho de policial

Após um ano preso acusado de matar Matheus Jackowski Monteiro da Silva, após uma briga próximo a Faculdade Integrado, Ricardo Casarin responderá seu processo em liberdade.

A época dos fatos, o advogado Gustavo Ferreira Dias enfatizou que “o que aconteceu naquela fatídica segunda-feira foi uma tragédia, porém o que precisa ser informado é que o Ricardo não saiu naquela noite com o intuito de matar ninguém, apenas saiu em defesa de uns amigos. É um rapaz trabalhador e bem quisto no local de trabalho e pelos amigos, tanto que naquela noite, mesmo de folga, foi chamado para ajudar no bar”, relatou o advogado.

Os advogados Gustavo Ferreira Dias e Carlos Eduardo Pereira também comentaram a liberdade do cliente: “Ricardo não ostenta passagens pela justiça, e tem direito constitucional de aguardar seu julgamento em liberdade. Ademais, acreditamos fielmente que o mesmo agiu apenas para se defender de um grupo de agressores”.

Compartilhe este post:
Open chat